Manter a cidade livre da dengue é uma responsabilidade de todos. É com esse objetivo, que a Secretaria de Saúde, realizou uma mobilização na manhã desta sexta-feira (04), para chamar a atenção da população aracoiabense sobre o problema da dengue na cidade, além de alertar sobre os cuidados que devem ser tomados para expulsar de vez esse pequeno vilão, o mosquito “Aedes Aegypti”.

A mobilização Contra a dengue, realizada pela Secretaria de Saúde, com o total apoio do governo municipal, levou para as ruas centrais da cidade em torno de 1.500 pessoas, dentre alunos e professores das escolas municipais e estaduais, universitários (UNILAB), além de outros funcionários públicos do município e sociedade civil, em geral.

Para o prefeito Antônio Cláudio, o empenho e a iniciativa das instituições envolvidas, contribuíram ainda mais com o trabalho que a prefeitura já vem desenvolvendo contra a dengue. “Esta ação conjunta que hoje é realizada, só mostra a força e vontade de todos os munícipes em vencer essa terrível doença, a dengue”, explica. Na oportunidade, Antônio Cláudio listou as varias atividades que o município já desenvolveu no combate a dengue,“neste ano, a Prefeitura de Aracoiaba não está medindo esforços em buscar meios de combate. Realizamos várias ações, como mutirões de limpeza, visita dos agentes de endemias nas residências além de outras que priorizam sanar e combater o mosquito” destacou o prefeito.

O Secretário de Saúde Fredson Monte faz o seguinte alerta: “Nos lugares onde as pessoas forem fazer armazenamento de água é importantíssimo que sejam tomadas as medidas de proteção: a cobertura com tela, tampar o vasilhame que acondiciona a água, e assim por diante. A nossa arma mais importante continua sendo a mobilização da sociedade, das autoridades públicas, dos profissionais de saúde, mas principalmente, de cada cidadão, no sentido de prevenir a criação do mosquito na sua casa, no seu quintal, na sua vida”, destacou o secretário de saúde Fredson Monte.

Para evitar a transmissão da dengue, é fundamental eliminar os focos de criação do mosquito transmissor da doença. As medidas de prevenção são as mesmas que devem ser adotadas no combate à dengue, ou seja, evitar o acúmulo de água parada em vasilhames no quintal, vasos de planta e demais objetos, como pneus velhos, por exemplo.


Postado em Noticias, Saúde